Entrevistas Música Novidades Regional

DJ Boa lança “Ilariê”, uma música cheia de referencias à ícones Brasileiros, confira!

Victor Bôa Juliani, mais conhecido como Dj BØA, é um dj jundiaiense,  que vem se destacando na indústria da música. Realizou inúmeras apresentações em festas de faculdades renomadas, como Mackenzie, Anhembi Morumbi, PUC-SP, USP e Belas Artes. Além disso o fenômeno Já subiu ao palco com grandes artistas do atual cenário brasileiro do funk, como MC Fioti, MC Lan, MC GW, MC Don Juan, DJ GBR, DJ Henrique de Ferraz e DJ Zullu. Nos seus sets, ele mistura diversos elementos da música eletrônica com o funk, e também faz um bom uso da sua ampla bagagem adquirida como DJ de Trap e Dubstep.

Nas suas apresentações, DJ BØA propaga uma energia surreal para o público, contagiando a todos com músicas originais e remixes produzidos por ele. Nessa sexta feira (18), Boa lançou a música “Ilariê”, que promete agitar muito as pistas de dança pós pandemia, primeiro pelo beat que traz um ar nostálgico com o sample de “satisfaction” e a agressividade do grave que só o funk tem! Além disso, durante a música ele traz referências de diversos ícones brasileiros, como a xuxa no verso, “ilari ilariê ô ô ô”, e o famoso “Brasil il il” de Edmo Zarife.

 

Conversamos com o dj, que nos contou um pouco mais sobre a música e seu processo de criação, confira a baixo:

Quais foram as referências buscadas na produção da música? a ideia era ser uma música nostálgica mesmo?

– Como foi minha primeira produção, queria buscar algo que remetesse a minha essência (vim da música eletrônica). A música quem mais marcou minha vida foi a Satisfaction, então nada mais justo que utilizá-la dentro do processo de criação. Minha ideia era justamente fazer uma música que significasse muito para mim, que marcasse essa nova etapa na minha vida.

Como funciona o seu processo criativo? as coisas vão acontecendo e as ideias vão surgindo durante a produção, ou você já produz com a ideia totalmente concretizada?

– Eu raramente chego com uma ideia pronta. Por ter minha essência na música eletrônica, sempre fui apaixonado por batidas fortes e marcantes. Gosto que o público sinta muita vontade de dançar, então meu foco são justamente nas batidas. Começo por ela, e depois vai surgindo ideia para os próximos elementos e melodias. Geralmente pego como referência o tom/nota que encaixei na batida, e de lá saio construindo.

Quais são suas inspirações? e aproveitando, com quem seria o feat dos sonhos?

– Como toco em festa de faculdade desde o começo (maio de 2016), tive contato com muitos MC’s e DJ’s. Minhas festas de maior sucesso foram as que toquei rave funk, uma mistura de eletrônica com funk (estilo DJ GBR). Inclusive, tive a oportunidade de dividir palco com o próprio DJ GBR e com o DJ Henrique de Ferraz em uma festa. A experiência foi maravilhosa, então posso dizer que são minhas maiores influências dentro do universo funk. Além deles, considero o Shavozo uma das minhas maiores inspirações também. Seu show é completamente explosivo e contagiante, além de ser um grande produtor que tive o privilégio de acompanhar de perto.

O Feat dos sonhos seria produzir uma música com a voz do MC WM. Sempre admirei muito ele como pessoa, e suas músicas e shows são incríveis. Um dos meus MC’s favoritos com certeza.

E por ultimo, quais são as expectativas para a música nova? e quais são os planos de carreira  para quando acabar a pandemia?

– Acredito que essa música vai me abrir muitas portas. Vai ser a porta de entrada para começar a consolidar meu perfil como produtor musical. Recebia vários pedidos do público pra produzir músicas autorais. Eu já produzia antes, mas a grande maioria eram mashups (misturas de duas ou mais músicas). Quero lançar pelo menos uma música por mês, e espero que tenha um bom repertório para me divulgar quando essa pandemia acabar. Que venham grandes shows e que eu possa espalhar muita energia Brasil afora nas pistas.

A música “Ilariê” já esta disponivel no soundcloud, youtube e apple music, ouça a baixo:

Matheus Pethit

Matheus Pethit

24 anos e, enquanto não estou dormindo trabalho como social media, produtor de eventos, dj e agora "blogueiro". Viciado em café, música e cerveja, me chama pra tomar um litrão?!

Comentar

Clica aqui pra comentar!

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Publicidade